logo
Imagem de fundo

 

Desde sua origem, a humanidade procura maneiras de aumentar a longevidade. Não é à toa que, no século XXI, cresceram ainda mais os números de pesquisas sobre como viver mais e melhor. A saúde é fator fundamental para que isso aconteça e, por isso, integrar ferramentas de alta tecnologia à gestão do cuidado se faz cada dia mais necessário para proporcionar um atendimento mais especializado e humano.

Cada segundo ganho na otimização do cuidado não somente aumenta a eficiência e a qualidade do atendimento, mas também evita desperdícios e possibilita que o tempo seja focado no paciente. A Saúde 4.0 vai além da implantação de tecnologias e do tratamento de patologias. Ela vem para revolucionar o cuidado, reforçando o conhecido ditado popular que diz que “prevenir é melhor do que remediar”.

A importância da prevenção e do bem-estar nunca estiveram tão em alta. Novas perspectivas surgem de estudos inovadores que prometem revolucionar a forma como as pessoas vivem. Em 2019, por exemplo, pesquisadores conseguiram transformar sangue tipo A em doador universal, desenvolver um coração impresso em equipamento 3D, recuperar movimentos de um tetraplégico e descobrir possível imunidade natural ao HIV.

Esses são apenas alguns dos avanços surpreendentes conquistados pela Medicina apenas durante o último ano. Todos nos fazem pensar sobre o que podemos esperar das próximas décadas e ter uma certeza: a revolução do cuidado está apenas começando!

Muitas coisas devem mudar em função do aprendizado provocado pelos efeitos do coronavírus. Mas algo continuará sendo prioritário na gestão da Central Nacional Unimed: a transparência, a prestação de contas, de metas e da concretização do planejamento estratégico.

Conheça o Relatório de Gestão e Sustentabilidade de 2019.

 

Desde sua origem, a humanidade procura maneiras de aumentar a longevidade. Não é à toa que, no século XXI, cresceram ainda mais os números de pesquisas sobre como viver mais e melhor. A saúde é fator fundamental para que isso aconteça e, por isso, integrar ferramentas de alta tecnologia à gestão do cuidado se faz cada dia mais necessário para proporcionar um atendimento mais especializado e humano.

Cada segundo ganho na otimização do cuidado não somente aumenta a eficiência e a qualidade do atendimento, mas também evita desperdícios e possibilita que o tempo seja focado no paciente. A Saúde 4.0 vai além da implantação de tecnologias e do tratamento de patologias. Ela vem para revolucionar o cuidado, reforçando o conhecido ditado popular que diz que “prevenir é melhor do que remediar”.

A importância da prevenção e do bem-estar nunca estiveram tão em alta. Novas perspectivas surgem de estudos inovadores que prometem revolucionar a forma como as pessoas vivem. Em 2019, por exemplo, pesquisadores conseguiram transformar sangue tipo A em doador universal, desenvolver um coração impresso em equipamento 3D, recuperar movimentos de um tetraplégico e descobrir possível imunidade natural ao HIV.

Esses são apenas alguns dos avanços surpreendentes conquistados pela Medicina apenas durante o último ano. Todos nos fazem pensar sobre o que podemos esperar das próximas décadas e ter uma certeza: a revolução do cuidado está apenas começando!

Muitas coisas devem mudar em função do aprendizado provocado pelos efeitos do coronavírus. Mas algo continuará sendo prioritário na gestão da Central Nacional Unimed: a transparência, a prestação de contas, de metas e da concretização do planejamento estratégico.

Conheça o Relatório de Gestão e Sustentabilidade de 2019.

MENSAGEM DO PRESIDENTE

      

Essa década começa com um horizonte de possibilidades. Completamos três anos de gestão da Central Nacional Unimed, período que já soma muitas conquistas e aprendizados, e prosseguimos aspirando por uma onda de inovação e de transformações ainda maiores.

É por isso que, com grande prazer, apresento os resultados do que construímos em mais um ano junto às áreas da nossa cooperativa. Renovamos planos e traçamos novos caminhos continuamente para vencer obstáculos, afinal, são as adversidades que nos impulsionam a não nos render ao comodismo, mas permanecer sempre em busca da excelência.

A ressignificação desses desafios é uma chave para alcançar os resultados que nos conduzirão à visão que trazemos na essência da Central Nacional Unimed: ser referência no mercado de Saúde Suplementar e gerar valor para as sócias. Do Conselho à operação, todos têm sua parcela de compromisso e responsabilidade nessa jornada de sucesso.

Demos início a um importante investimento: novos ambientes de trabalho para os colaboradores. Inauguramos espaços inspirados no conceito open space em São Paulo e Salvador, que facilitam o trabalho em equipe, geram mais interação e estimulam a criatividade.

Em 2019, também protagonizamos uma grande reorganização no Sistema Unimed. Assumimos em fevereiro, parte da carteira de beneficiários da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Unimed Fesp) na cidade de São Paulo e ABC paulista. E nos meses de abril e junho, as Unimeds Ilhéus, Feira de Santana e Itabuna se juntaram ao Projeto Bahia, iniciado em 2018, com a Unimed Santo Antônio de Jesus, consolidando um novo caminho para o Sistema Unimed. Importantes movimentos que repercutiram positivamente entre nossas sócias e fortaleceram o cooperativismo médico.

Inauguramos o Teatro Unimed e adquirimos o naming right da maior casa de espetáculos da América Latina, agora, UnimedHall, gerando cultura, lazer e bem-estar a toda população de São Paulo, o mais importante polo econômico do país. Essas iniciativas também refletiram muito positivamente para clientes de todas as Unimeds do país, beneficiados com descontos exclusivos para usufruir desses espaços.

E nossos números, mais uma vez, foram positivos! Tivemos resultado líquido superior a R$ 271 milhões, pelo terceiro ano consecutivo, o melhor da história da cooperativa. Mas não focamos apenas em lucros financeiros. Também registramos aqui nosso valioso capital humano de 116 mil cooperados, que levam o “Jeito de Cuidar Unimed” aos nossos 1,7 milhão de beneficiários e nos trouxe excelentes resultados em pesquisas de satisfação pelo país.

Investir em ações que garantam a qualidade dos serviços prestados ao consumidor também é uma premissa constante da Central Nacional Unimed, que renovou três certificações de qualidade em 2019: Selo Ouro da RN 277, ISO 9001 e ISO 31000.

Aprimoramos, ainda, as boas práticas de Governança Corporativa, a conduta de Gestão de Riscos e potencializamos os cuidados com a Segurança de Informação. Cada ação ponderada e efetuada com o propósito de garantir ética, transparência, integridade e autenticidade à cooperativa nacional.

Sustentabilidade também é uma realidade que permeia todas as nossas ações. Seja em grandes investimento, a exemplo da Casa Nova e do Teatro Unimed, dos quais os materiais utilizados, a tecnologia construtiva e a arquitetura privilegiaram uma visão sustentável e ambientalmente correta; ou mesmo nos hábitos diários dos nossos colaboradores, como o uso de copos e canecas individuais nos ambientes de trabalho, garantindo o descarte adequado de resíduos e a economia de recursos naturais.

Para a sociedade também tivemos excelentes ações, como a formação de mais de 1.600 cuidadores de idosos por todo o Brasil, em parceria com o Senac, uma das maiores instituições de ensino do país. Muitos são os impactos na nossa saúde decorrentes do processo de envelhecimento e acreditamos que pessoas bem capacitadas para garantir uma melhor evolução clínica e qualidade de vida dos idosos contribuirá com uma sociedade melhor.

Em todos esses avanços, é inegável a participação de nossa cadeia de fornecedores de serviços, altamente verificados por meio de visitas e questionários, a explicitar suas ações e processos de trabalho em termos de saúde, segurança, compliance e sustentabilidade. Nos últimos anos, estas questões se tornaram requisitos obrigatórios para prestar serviços ou fornecer produtos para nós.

Éramos 1.345 colaboradores em 2018 e agora somos 1.715, dedicando-nos à execução de todas essas atividades. Peças fundamentais na obtenção de um lugar entre as 150 Melhores Empresas Para Se Trabalhar, da revista Você S/A, pela 13ª vez consecutiva.

E falando de conquistas importantes, também ganhamos destaque no anuário “Valor 1000 - Maiores Empresas”, e no guia Exame Melhores & Maiores, como a sexta maior operadora de planos de saúde do Brasil. Na publicação “Dinheiro”, da revista IstoÉ, fomos terceiro lugar nas categorias Responsabilidade Social; e Inovação e Qualidade. Na “Época Negócios 360°”, a Central Nacional Unimed foi a quinta colocada na categoria sustentabilidade e a 13ª no setor Saúde. No “Guia Exame de Sustentabilidade”, ficamos acima da média em três indicadores importantes: Direitos Humanos, Gestão da Água e Gestão de Resíduos, reconhecidos como o destaque em Saúde.

Acredito que não devemos nos ater apenas aos títulos, mas utilizo cada um desses reconhecimentos como degrau para evolução e crescimento constantes.

E assim daremos continuidade ao trabalho, movidos pelos nossos direcionadores estratégicos, que englobam: inovação, que deve estar totalmente internalizada em nossos processos e ações; foco absoluto em garantir a melhor experiência ao cliente; e a proposta de mudança do modelo assistencial para a Atenção Integral à Saúde, que traz muito mais valor ao cuidado.

Vamos trilhar a jornada da Saúde 4.0, nos atualizar e colocar as conquistas tecnológicas a favor de nossa saúde, sempre com foco no atendimento humanizado, personalizado e eficaz. São disrupções tecnológicas, médicas e de gestão ambiental que deverão impactar nossos negócios.

Precisamos estar prontos para antever situações e planejar novas soluções em tempo hábil e com eficiência. A revolução do cuidado está apenas começando.

Alexandre Ruschi

MENSAGEM DO PRESIDENTE

      

Essa década começa com um horizonte de possibilidades. Completamos três anos de gestão da Central Nacional Unimed, período que já soma muitas conquistas e aprendizados, e prosseguimos aspirando por uma onda de inovação e de transformações ainda maiores.

É por isso que, com grande prazer, apresento os resultados do que construímos em mais um ano junto às áreas da nossa cooperativa. Renovamos planos e traçamos novos caminhos continuamente para vencer obstáculos, afinal, são as adversidades que nos impulsionam a não nos render ao comodismo, mas permanecer sempre em busca da excelência.

A ressignificação desses desafios é uma chave para alcançar os resultados que nos conduzirão à visão que trazemos na essência da Central Nacional Unimed: ser referência no mercado de Saúde Suplementar e gerar valor para as sócias. Do Conselho à operação, todos têm sua parcela de compromisso e responsabilidade nessa jornada de sucesso.

Demos início a um importante investimento: novos ambientes de trabalho para os colaboradores. Inauguramos espaços inspirados no conceito open space em São Paulo e Salvador, que facilitam o trabalho em equipe, geram mais interação e estimulam a criatividade.

Em 2019, também protagonizamos uma grande reorganização no Sistema Unimed. Assumimos em fevereiro, parte da carteira de beneficiários da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Unimed Fesp) na cidade de São Paulo e ABC paulista. E nos meses de abril e junho, as Unimeds Ilhéus, Feira de Santana e Itabuna se juntaram ao Projeto Bahia, iniciado em 2018, com a Unimed Santo Antônio de Jesus, consolidando um novo caminho para o Sistema Unimed. Importantes movimentos que repercutiram positivamente entre nossas sócias e fortaleceram o cooperativismo médico.

Inauguramos o Teatro Unimed e adquirimos o naming right da maior casa de espetáculos da América Latina, agora, UnimedHall, gerando cultura, lazer e bem-estar a toda população de São Paulo, o mais importante polo econômico do país. Essas iniciativas também refletiram muito positivamente para clientes de todas as Unimeds do país, beneficiados com descontos exclusivos para usufruir desses espaços.

E nossos números, mais uma vez, foram positivos! Tivemos resultado líquido superior a R$ 271 milhões, pelo terceiro ano consecutivo, o melhor da história da cooperativa. Mas não focamos apenas em lucros financeiros. Também registramos aqui nosso valioso capital humano de 116 mil cooperados, que levam o “Jeito de Cuidar Unimed” aos nossos 1,7 milhão de beneficiários e nos trouxe excelentes resultados em pesquisas de satisfação pelo país.

Investir em ações que garantam a qualidade dos serviços prestados ao consumidor também é uma premissa constante da Central Nacional Unimed, que renovou três certificações de qualidade em 2019: Selo Ouro da RN 277, ISO 9001 e ISO 31000.

Aprimoramos, ainda, as boas práticas de Governança Corporativa, a conduta de Gestão de Riscos e potencializamos os cuidados com a Segurança de Informação. Cada ação ponderada e efetuada com o propósito de garantir ética, transparência, integridade e autenticidade à cooperativa nacional.

Sustentabilidade também é uma realidade que permeia todas as nossas ações. Seja em grandes investimento, a exemplo da Casa Nova e do Teatro Unimed, dos quais os materiais utilizados, a tecnologia construtiva e a arquitetura privilegiaram uma visão sustentável e ambientalmente correta; ou mesmo nos hábitos diários dos nossos colaboradores, como o uso de copos e canecas individuais nos ambientes de trabalho, garantindo o descarte adequado de resíduos e a economia de recursos naturais.

Para a sociedade também tivemos excelentes ações, como a formação de mais de 1.600 cuidadores de idosos por todo o Brasil, em parceria com o Senac, uma das maiores instituições de ensino do país. Muitos são os impactos na nossa saúde decorrentes do processo de envelhecimento e acreditamos que pessoas bem capacitadas para garantir uma melhor evolução clínica e qualidade de vida dos idosos contribuirá com uma sociedade melhor.

Em todos esses avanços, é inegável a participação de nossa cadeia de fornecedores de serviços, altamente verificados por meio de visitas e questionários, a explicitar suas ações e processos de trabalho em termos de saúde, segurança, compliance e sustentabilidade. Nos últimos anos, estas questões se tornaram requisitos obrigatórios para prestar serviços ou fornecer produtos para nós.

Éramos 1.345 colaboradores em 2018 e agora somos 1.715, dedicando-nos à execução de todas essas atividades. Peças fundamentais na obtenção de um lugar entre as 150 Melhores Empresas Para Se Trabalhar, da revista Você S/A, pela 13ª vez consecutiva.

E falando de conquistas importantes, também ganhamos destaque no anuário “Valor 1000 - Maiores Empresas”, e no guia Exame Melhores & Maiores, como a sexta maior operadora de planos de saúde do Brasil. Na publicação “Dinheiro”, da revista IstoÉ, fomos terceiro lugar nas categorias Responsabilidade Social; e Inovação e Qualidade. Na “Época Negócios 360°”, a Central Nacional Unimed foi a quinta colocada na categoria sustentabilidade e a 13ª no setor Saúde. No “Guia Exame de Sustentabilidade”, ficamos acima da média em três indicadores importantes: Direitos Humanos, Gestão da Água e Gestão de Resíduos, reconhecidos como o destaque em Saúde.

Acredito que não devemos nos ater apenas aos títulos, mas utilizo cada um desses reconhecimentos como degrau para evolução e crescimento constantes.

E assim daremos continuidade ao trabalho, movidos pelos nossos direcionadores estratégicos, que englobam: inovação, que deve estar totalmente internalizada em nossos processos e ações; foco absoluto em garantir a melhor experiência ao cliente; e a proposta de mudança do modelo assistencial para a Atenção Integral à Saúde, que traz muito mais valor ao cuidado.

Vamos trilhar a jornada da Saúde 4.0, nos atualizar e colocar as conquistas tecnológicas a favor de nossa saúde, sempre com foco no atendimento humanizado, personalizado e eficaz. São disrupções tecnológicas, médicas e de gestão ambiental que deverão impactar nossos negócios.

Precisamos estar prontos para antever situações e planejar novas soluções em tempo hábil e com eficiência. A revolução do cuidado está apenas começando.

Alexandre Ruschi