SAÚDE SOCIAL

414-1, 412-3

Avaliação social de fornecedores

98% dos contratos de prestação de serviços têm cláusulas de Responsabilidade Socioambiental, considerando obrigações de direitos humanos (assegurando direitos trabalhistas, obrigação de não contratação de mão de obra infantil ou escrava) e responsabilidade com impactos gerados ao meio ambiente.

Quanto aos processos de compras de serviços administrativos, embora não haja política específica, a operadora procura contratar fornecedores e mão de obras locais, desde que atendam às exigências técnicas requeridas.

No início de 2018, a Central Nacional Unimed finalizou o planejamento para a estruturação da área de Compliance e a contratação de colaboradores com foco específico para esse importante tema. Com isso, foram dados passos importantes para aprimorar a conformidade e o atendimento a regulamentações internas e externas, o combate à corrupção, além da disseminação e aculturamento de seus colaboradores e representantes em assuntos relacionados a Compliance.

Por meio de seu Programa de Integridade, iniciou o processo de Due Diligence Reputacional para avaliar os públicos que possuem um relacionamento significativo e essencial à operação. Com isto, a Central Nacional Unimed cria uma ferramenta que auxilia na mitigação de possíveis riscos de imagem e reputação, identificando e analisando informações públicas com a supervisão de uma empresa especializada no assunto.

Esse processo considerou como público alvo um grupo de fornecedores críticos e estratégicos para a Central Nacional Unimed.

SAÚDE SOCIAL

414-1, 412-3

Avaliação social de fornecedores

98% dos contratos de prestação de serviços têm cláusulas de Responsabilidade Socioambiental, considerando obrigações de direitos humanos (assegurando direitos trabalhistas, obrigação de não contratação de mão de obra infantil ou escrava) e responsabilidade com impactos gerados ao meio ambiente.

Quanto aos processos de compras de serviços administrativos, embora não haja política específica, a operadora procura contratar fornecedores e mão de obras locais, desde que atendam às exigências técnicas requeridas.

No início de 2018, a Central Nacional Unimed finalizou o planejamento para a estruturação da área de Compliance e a contratação de colaboradores com foco específico para esse importante tema. Com isso, foram dados passos importantes para aprimorar a conformidade e o atendimento a regulamentações internas e externas, o combate à corrupção, além da disseminação e aculturamento de seus colaboradores e representantes em assuntos relacionados a Compliance.

Por meio de seu Programa de Integridade, iniciou o processo de Due Diligence Reputacional para avaliar os públicos que possuem um relacionamento significativo e essencial à operação. Com isto, a Central Nacional Unimed cria uma ferramenta que auxilia na mitigação de possíveis riscos de imagem e reputação, identificando e analisando informações públicas com a supervisão de uma empresa especializada no assunto.

Esse processo considerou como público alvo um grupo de fornecedores críticos e estratégicos para a Central Nacional Unimed.